Uma viagem

inesquecível

para um Brasil

jamais visto!

Bem vindo ao

Dinos do Brasil!

Dinossauros Brasileiros – é a Nossa História!

Aproximar as pessoas do mundo da ciência é o nosso objetivo. Queremos fazer do ensino algo divertido e do qual se possa participar, e temos nos dinossauros o nosso ponto de partida!

Preparado para viajar no tempo e encontrar os dinossauros que viveram no Brasil?

O projeto Dinos do Brasil tem como produto principal um tour virtual de aproximadamente 30 minutos. Grupos com até 20 pessoas serão guiados em uma viagem no tempo e no espaço pela pré-história brasileira até a Era dos Dinossauros. Os visitantes poderão vislumbrar os dinossauros que aqui viveram em suas atividades cotidianas nas paisagens que marcaram nosso território centenas de milhões de anos atrás. Durante a aventura serão abordados, em linguagem acessível, diversos aspectos geológicos, biológicos e históricos-culturais brasileiros, buscando o pensamento crítico, a reflexão e a discussão de ideias.
O projeto ficará exposto permanentemente no Museu Catavento Cultural de São Paulo, o mais visitado do Brasil, com média de 10000 visitantes diários, e considerado o melhor espaço educativo de São Paulo.

Conheça o nosso time

Profissionais experientes de diversas áreas estão envolvidos no projeto

Prof. Dr. Luiz Anelli

Paleontólogo e Curador

Paleontólogo, pesquisador e professor doutor do Instituto de Geociências da USP. Curador de exposições como "Dinos na Oca" realizado em 2006 no Parque Ibirapuera e autor de diversos livros como "Dinos do Brasil", destinado ao público infanto-juvenil, e "O guia completo dos dinossauros do Brasil", ambos finalistas do prêmio Jabuti, contemplados com o selo Altamente Recomendável da Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil (FNLIJ) e selecionados para a feira de Bolonha.

Prof. Dr. Romero Tori

Engenheiro e Consultor

Romero Tori é educador, engenheiro e pesquisador em tecnologias interativas aplicadas à educação, saúde e entretenimento. Atualmente é Professor na Escola Politécnica da USP e no Senac. Coordena o Interlab Laboratório de Tecnologias Interativas da USP e o LPAI-Laboratório de Pesquisa em Ambientes Interativos do Senac. Foi presidente da Comissão Especial de Realidade Virtual da SBC, é membro do Conselho Deliberativo da Escola do Futuro da USP. Autor do livro "Educação Sem Distância". Participou da organização de diversos eventos científicos como SVR, SBGames, P & D Design, CIDI/INFODESIGN/CONGIC e WEPG/SIBGRAPI.

Rodolfo Nogueira

Paleoartista

Paleoartista, formado em design gráfico pela Universidade Estadual Paulista – UNESP e com 15 anos de experiência em diversas técnicas de ilustração. Possui em seu currículo premiações como: campeão do IV Concurso Internacional de Ilustraciones Científicas de Dinosaurios 2012 - Burgos/Espanha, menção honrosa e premiado pelo 7º CIID 2011, premiado pelo Paleoart International Contest (IPIC-2011), 3 menções honrosas, totalizando 7 prêmios internacionais. Foi juri de 3 concursos no Brasil e um leva o seu nome “1º Prêmio Rodolfo Nogueira de Paleoarte”, homenagem que aconteceu no PaleoSP em 2013.

Keila Matsumura

Engenheira de Computação

Idealizadora do projeto "Dinos do Brasil" e engenheira de Computação formada pela Escola Politécnica da USP em 2012 com experiência internacional. Possui em seu histórico: premiação na categoria "melhor projeto de carro" na Maratona Brasileira de Eficiência Energética com a Equipe Poli de Milhagem em 2006, melhor projeto de conclusão de curso e menção honrosa pelo Departamento de Engenharia de Computação e Sistemas Digitais da USP em 2011, campeã mundial da Imagine Cup (Microsoft) com a equipe Interlab em 2012, premiação na competição Intel Perceptual Challenge Brazil em 2013 e segundo lugar na competição mundial Intel Realsense App Challenge em 2014.


Pedro Kayatt

Engenheiro de Computação

Engenheiro de Computação formado pela Escola Politécnica da USP em 2010 e com Master of Science in Computer Engineer pela Politecnico di Milano. Atualmente é aluno de mestrado no Laboratório de Tecnologias Interativas da USP (Interlab). Possui em seu histórico: campeão do The Next Web – Hack Battle Latin America com projeto premiado pela Amazon e considerado revelação pela Nokia em 2012, premiado na competição Intel Perceptual Challenge Brazil em 2013, finalista do AppCircus pela Microsoft em 2014 e primeiro brasileiro a fazer parte do programa "Innovators" da Intel em 2014.

Vilson Martins

Artista 3D

Artista da computação gráfica, modelador e animador 3D. Formado em Arte e Design na Faculdade de Limeira e com mais de 7 anos de experiência no mercado de jogos. Trabalhou em empresas como Best, Cool & Fun Games, Arb Studio – E.U.A. e Overplay Entertainment.

Leonardo Fontoura

Artista 2D e 3D

Artista de jogos 2D/3D , ilustrador e animador. Profissional de jogos de computador, criativo e com muito gosto pelo que faz. Com mais de 3 anos de experiência no mercado de trabalho, tem em seu currículo jogos de sucesso como Bunny Shooter e Ba-da-boom.

Paulo Passos Neto

Engenheiro de computação

Engenheiro de Computação formado pela Escola Politécnica da USP em 2014. Apaixonado por jogos e com experiência em diversas Jams. Tem em seu currículo jogos de sucesso como Ba-da-boom e Domino Gang.


Vinicius Vecchi

Matemático

Formado em Matemática Aplicada pelo Instituto de Matemática e Estatística da USP em 2006 e com mais de 5 anos de experiência no mercado de trabalho, desenvolvendo jogos para Nintendo DS, iPhone e Android. Tem em seu histórico jogos como: Ant Smasher e Bunny Shooter, casos de sucesso com mais de 10 milhões de downloads.

Rodolfo Santana

Designer de som

Técnico de áudio formado, ex-coordenador de Fundamentos de Áudio e Acústica no Instituto de Áudio e Vídeo. Foi operador de áudio em peças de teatro, espetáculos musicais e casas de shows, além de ter participado como palestrante em feiras e seminários de áudio. Especializado em áudio digital e desenvolvimento de software e aplicativos de áudio para games assim como em projetos de som e música para jogos mobile desde 2008. Já criou projetos de som e música para quase 100 jogos mobile nos últimos 3 anos, entre sucessos de download como Ant Smasher, Bunny Shooter, My Boo, Toilet Time, entre muitos outros.

Heitor Marin

Designer de som

Técnico formado pelo Instituto de Áudio e Vídeo onde posteriormente se tornou professor. Atualmente está se graduando em Composição e Regência pela Faculdade Santa Marcelina, onde é o responsável técnico pelo estúdio e teatro. Participou de uma série de congressos e convenções sobre áudio na Argentina, Estados Unidos, Colombia e Brasil. Em 2008 deu início a construção do acervo ao vivo do Centro Cultural Rio Verde, registrando e sonorizando uma série de shows e concertos. Em 2010 participou e ganhou o prêmio de primeiro lugar na competição estudantil de gravação da 14ª Convenção Nacional da AES Brasil.

Conrado Poke

Designer

Galgou seu caminho se enfiando em trabalhos que não conhecia e aprendendo a executá-los em apenas uma noite em claro. Forjado pelas pelejas que sua audácia lhe trazia, finalmente encontrou seu lugar como profissional de criação. Sua ambição era ser astronauta, mas descobriu que o universo era pequeno demais para seu ímpeto e decidiu explorar outros universos em sua própria mente. Gostou. Com a longa jornada compreendida entre os desenhos que fazia durante a aula de matemática e as peças de arte que fez para pretenciosas marcas multinacionais, observou que podia materializar todos os universos que criava.


Alexandre Assumpção

3D Artist

Estudou e trabalhou por 5 anos nos Estados Unidos. Possui em seu histórico: premiações em animações 2D, 3D e artes, 10 anos de experiência como 3D Generalista. 14 anos de experiência trabalhando em publicidade desde design de layout até render final de 3D, 10 anos trabalhando em concept arts para personagens e cenários.

Lucas Takejame

Engenheiro de computação

Engenheiro de Computação formado pela Escola Politécnica da USP em 2015 e apaixonado por música e jogos!

Visibilidade

escolas receberão convites

pessoas participarão da aventura por mês

visitantes diários no museu

Os Dinos do Brasil

Eles foram as criaturas mais extraordinárias que já caminharam na Terra. Alguns eram enormes, alguns eram aterrorizantes e alguns eram esquisitos, mas todos tiveram algo em comum: eles viveram em nossos próprios quintais!

  • Brasilotitan nemophagus - 8 metros

    Período Cretáceo
    Formação Adamantina - 90 Ma
    Bacia Bauru - SP
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Pampadromaeus barberenai - 1,5 metros

    Período Triássico
    Formação Santa Maria - 228 Ma
    Bacia do Paraná - RS
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Staurikosaurus pricei - 2 metros

    Período Triássico
    Formação Santa Maria - 228 Ma
    Bacia do Paraná - RS
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Guaibasaurus candelariai - 2 metros

    Período Triássico
    Formação Caturrita - 225 Ma
    Bacia do Paraná - RS
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Unaysaurus tolentinoi - 2,5 metros

    Período Triássico
    Formação Caturrita - 225 Ma
    Bacia do Paraná - RS
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Angaturama limai - 8 metros

    Período Cretáceo
    Formação Santana - 110 Ma
    Bacia do Araripe - CE
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Irritator chalengeri - 8 metros

    Período Cretáceo
    Formação Santana - 110 Ma
    Bacia do Araripe - CE
    Ilustração: Dorling Kindersley
  • Santanaraptor placidus - 1,5 metros

    Período Cretáceo
    Formação Santana - 110 Ma
    Bacia do Araripe - CE
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Tapuiasaurus macedoi - 11 metros

    Período Cretáceo
    Formação Quiricó - 110 Ma
    Bacia Bauru - MG
    Ilustração:Nobu Tamura
  • Rayososaurus - 9 metros

    Período Cretáceo
    Formação Itapecuru - 90 Ma
    Bacia São Luís-Grajaú - MA
    Ilustração: Andrey Atuchin
  • Oxalaia quilombensis - 14 metros

    Período Cretáceo
    Formação Alcântara - 98 Ma
    Bacia São Luís-Grajaú - MA
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Pycnonemosaurus nevesi - 9 metros

    Período Cretáceo Superior
    Formação Marília ou Adamantina - 80 Ma
    Bacia Bauru - MT
    Ilustração: Rodolfo Nogueira
  • Antarctosaurus brasiliensis - 20 metros

    Período Cretáceo
    Formação Adamantina ou Marília - 83 e 65 Ma
    Bacia Bauru - SP
    Ilustração: Dinoraul
  • Aeolosaurus

    Período Cretáceo
    Formações Adamantina e Marília - 83 e 65 Ma
    Bacia Bauru - SP e MG
    Ilustração: Andrey Atuchin
  • Baurutitan britoi - 12 metros

    Período Cretáceo
    Formação Marília - 70 Ma
    Bacia Bauru - MG
    Ilustração: Felipe Alves Elias
  • Maxakalisaurus topai - 13 metros

    Período Cretáceo
    Formação Adamantina - 80 Ma
    Bacia Bauru - MG
    Ilustração: Orlando Grillo

Tecnologia

Para falar do passado usaremos a tecnologia do futuro!

  • Vive

    Considerado uma das melhores invenções dos últimos anos, o Vive, produto resultante da parceria entre HTC e Valve, está revolucionando a área de entretenimento ao disponibilizar um equipamento de realidade virtual com preço acessível e qualidade muito superior aos competidores, ou seja, baixa latência, grande campo de visão, possibilidade de head tracking e alta resolução.
  • Unreal Engine 4

    Para trabalhar com realidade virtual é essencial desempenho e fidelidade. Para criar experiências imersivas que sejam críveis pela mente humana, é fundamental que as cenas complexas sejam renderizadas em altas taxas de quadros. Não existem atalhos. Por ser projetada para aplicações como jogos AAA e visualização fotorrealista, a Unreal Engine 4 atende a esses requisitos e fornece uma base sólida para o desenvolvimento do projeto, como:
    - Pipeline de renderização que permite 90Hz framerate estéreo em altas resoluções.
    - Ferramentas que permitem cenas, ambientes e personagens extremamente complexos.
    - Cinematografia avançada, pós-processamento e recursos de PBR avançados.
    - Inicialização e iteração rápida com equipamento de realidade virtual.
    - Suporte para os mais recentes hardwares de Realidade Virtual incluindo HTC Vive, Samsung Gear VR, Steam VR, Leap Motion e Sony Morpheus.
  • Speed Tree

    Vencedora do Scientific and Technical Academy Award em 2014 e 2015, a SpeedTree é uma ferramenta poderosa usada para criar plantas animadas em 3D e árvores para jogos, animações, efeitos visuais e muito mais. A SpeedTree tem sido a solução principal das vegetações da indústria de jogos desde 2002, destacando-se em muitos dos jogos mais respeitados e sucedidos que foram comercialmente lançados nos últimos 10 anos.
    A edição profissional da SpeedTree inclui o Modelador, Compilador e o SDK, permitindo que os desenvolvedores integrem a tecnologia com qualquer engine de sua preferência. As meshes geradas com a ferramenta são low poly, com vários níveis de detalhamento, usam atlas de texturas e são normalmente armazenados em formato binário eficiente.
    Alguns jogos que utilizam a ferramenta: Battlefield 3 e 4, Call of Duty 3, Fallout 3, Far Cry 4, Gears of War 3, Unreal Tournament 3 e muitos mais.
  • Maya

    O software de animação 3D, modelagem, simulação e renderização Maya® oferece aos artistas um conjunto abrangente de ferramentas criativas. Essas ferramentas oferecem um ponto de partida para concretizar sua visão de modelagem, animação, iluminação e efeitos visuais. Alguns recursos disponíveis no Maya:
    - Simulação de vários objetos rígidos e flexíveis.
    - Simulação de efeitos visuais 3D complexos.
    - Simulação de atmosfera, líquidos e mar aberto.
    - Pele, rig e pose de personagens realistas.
    - Modelagem de polígonos e de malhas de subdivisão.
    - Conjunto de ferramentas simplificadas de retopologia.
    - Criação de esculturas e modelos de maneira intuitiva.
  • 3ds Max

    3ds Max é um software para fazer animações, modelos, jogos e imagens em 3D. É freqüentemente usado por desenvolvedores de jogos, estúdios de comerciais de TV e estúdios de visualização arquitetônicas. Também é usado para efeitos e pré-visualização de filme. Além de suas ferramentas de modelagem e animação, a última versão do 3ds Max também dispõe de shaders (como a oclusão de ambiente e subsuperfície espalhamento), simulação dinâmica, sistemas de partículas, radiosity, criação de normal map e de renderização, iluminação global, uma interface de usuário personalizável, e sua própria linguagem de script.
    Alguns recursos disponíveis no 3ds Max:
    - Ferramentas de animação e rigging de personagens.
    - Efeitos de cabelos e pelos.
    - ShaderFX.
  • Zbrush

    ZBrush é um programa de escultura e pintura digital que revolucionou a indústria de 3D com seus poderosos recursos e fluxos de trabalho intuitivos. Construído dentro de uma interface elegante, ZBrush oferece ferramentas mais avançadas do mundo para artistas digitais de hoje. Com um arsenal de recursos que foram desenvolvidos com a usabilidade em mente, ZBrush cria uma experiência de usuário que se sente incrivelmente natural, enquanto, simultaneamente, inspirando o artista dentro. Com a capacidade de esculpir até um bilhão de polígonos, ZBrush permite que o artista crie limitado apenas pela sua imaginação.
    O artista pode criar modelos realistas diretamente no ZBrush com iluminação e efeitos atmosféricos. Com muitas opções de exportação poderosas, o artista pode facilmente preparar o seu modelo para a impressão 3D ou uso dentro de qualquer outra aplicação digital.
  • Pro Tools

    Pro Tools é um DAW (estação de áudio digital) que integra hardware e software para a produção de áudio. O sistema redefiniu as indústrias da música, cinema e TV, oferecendo tudo o que necessita para compor, gravar, editar e mixar música e áudio. Uma de suas características principais é permitir que o artista crie sem limitações e trabalhe na velocidade de sua criatividade, a fim de assumir as sessões mais difíceis e garantir mixagens com a melhor qualidade possível.

Museu Catavento Cultural

Um lugar à altura dos dinos!

O projeto Dinos do Brasil destina-se ao museu Catavento Cultural de São Paulo, considerado o museu mais visitado do Brasil com mais de 2.500.000 visitantes, cujo principal objetivo é apresentar à população infantil, juvenil, e também aos adultos, conhecimentos científicos e culturais.
Considerado o melhor de São Paulo, o maior museu interativo da América Latina e o mais visitado do Brasil com média de 10.000 visitantes diários!
A ideia do projeto ser instalado nas dependências do Museu Catavento Cultural foi escolhida, dentre outros motivos, pelo espaço físico proporcionar conforto e comodidade a todo o público, sendo este um centro de visitação nacional, atraindo visitantes de todo o Brasil. Além disso, possui estrutura adaptada ao acesso de portadores de necessidades especiais, minimizando além da barreira geográfica, a barreira física.

Visite o site do museu!

As empresas e instituições que patrocinam o projeto

As empresas e instituições que apóiam o projeto

Venha realizar este sonho conosco, seja um parceiro do projeto!

Projeto aprovado na Lei Rouanet e PROAC-ICMS
Apoio

R$20.000,00

  • Marca no mailing do projeto
  • Marca nas mídias digitais do projeto
Bronze

R$80.000,00

  • Marca no mailing do projeto
  • Marca nas mídias digitais do projeto
  • Marca nas apresentações do projeto
  • Marca no banner de divulgação do projeto
Prata

R$200.000,00

  • Marca no mailing do projeto
  • Marca nas mídias digitais do projeto
  • Marca nas apresentações do projeto
  • Marca no banner de divulgação do projeto
  • Marca nas apostilas didáticas do projeto
  • Marca nas camisetas do projeto
Ouro

R$350.000,00

  • Marca no mailing do projeto
  • Marca nas mídias digitais do projeto
  • Marca nas apresentações do projeto
  • Marca no banner de divulgação do projeto
  • Marca nas apostilas didáticas do projeto
  • Marca nas camisetas do projeto
  • Marca nos anúncios do projeto em revistas e sites especializados
  • Espaço de 1⁄2 página na apostila didática do projeto.
  • Splash do logo do antes do início da aventura.
  • Marca na placa descritiva da entrada da sala do projeto
Diamante

R$600.000,00

  • Marca no mailing do projeto
  • Marca nas mídias digitais do projeto
  • Marca nas apresentações do projeto
  • Marca no banner de divulgação do projeto
  • Marca nas apostilas didáticas do projeto
  • Marca nas camisetas do projeto
  • Marca nos anúncios do projeto em revistas e sites especializados
  • Espaço de 1⁄2 página na apostila didática do projeto.
  • Splash do logo do antes do início da aventura.
  • Marca na placa descritiva da entrada da sala do projeto
  • Espaço de 1 página na apostila didática do projeto.
  • Clipe de apresentação do patrocinador antes do início da aventura.
  • Disponibilização de entradas gratuitas.

Entre em contato

Todos nós estamos ansiosos para ouvir você!